3D&T Old Fantasy – Sistema de combate + Armas e Armaduras

Outra parte muito importante em um sistema de RPG é sem dúvida, a parte da porrada.

Agora nós vamos apresentar como se passa a parte das batalhas, juntamente com armas, armaduras e escudos, ok? Então vamos lá.

Sistema de Combate

No início do combate, cada um faz um teste de Agilidade (1d+Agilidade), quem tiver o maior valor começa.

Para ataques corporais, o atacante joga 1d+Força+arma+outros modificadores (se ouver), o valor total vai ser sua Força de Ataque (FA).

Para ataques a distância, o atacante joga 1d+destreza+arma+outros modificadores (se ouver), o valor total vai ser sua força de ataque.

Feito o ataque, o alvo faz sua Força de Defesa (FD) que é 1d+agilidade+armadura+escudo+outros modificadores (se ouver).

Faz-se a conta FA-FD, a diferença (se positiva) é debitada dos pontos de vida do Alvo. Se a FD for maior que a FA, nada acontece.

Armas e Armaduras

O equipamento básico de combate é o mais interessante deste modo (pelo menos eu acho). Um dos grandes detalhes que os mestres querem ver longe do 3D&T é tabelas de armas, porém eu andei dando umas pesquisadas e fiz uma tabelinha que salva legal a galera e ainda permite liberdade para escolher a arma. Vamos lá

Armas Leves (FA+1): armas que podem ser usadas com uma única mão e pode ser ocultadas, como facas, dardos, etc.

Armas Médias (FA+2): armas de uma mão que não podem ser ocultadas, como espadas, maças, etc.

Armas Pesadas (FA+4): armas de duas mãos que não podem ser ocultadas, como machados de guerras, lanças, etc.

*se pararem para perceber, você ainda pode inventar armas ou desenhar a sua, contanto que pertença a uma das categorias acima.

Armaduras Leves (FD+1): armaduras de couro ou com poucas placas. Penalidade de -1 para os testes (e somente testes) de agilidade

Armaduras Médias (FD+2): armaduras fortes, de couro firme com placas de aço. Penalidade de -2 para os testes (e somente testes) de agilidade

Armaduras Pesadas (FD+3): armaduras completas, com forte proteção para o corpo todo. Penalidade de -3 para os testes (e somente testes) de agilidade.

Escudos (FD+1): ocupam um dos braços do usuário, não podendo utilizá-lo para nada.

é isso aí pessoal. Na próxima etapa mostraremos a criação de personagem, até lá.

Advertisements

4 Mapas “em branco” para você pôr seus reinos!

3D&T – Ficha para Aventura 2

Para quem quer um pouco mais de detalhes, eu fiz uma “página 2” opcional para a ficha de aventura. Espero que ajude.

50 idéias para aventuras

1
Os PCs começam mortos. Eles não sabem o que aconteceu, como morreram ou mesmo que estão no Reino dos Mortos. Na verdade os PCs foram submetidos a uma magia que lhes deixa mortos por um curto período de tempo. Eles têm a missão de recuperar um artefato, escondido no mundo dos vivos, que era guardado por um paladino que foi morto tragicamente. Eles precisam primeiro descobrir onde estão e o que aconteceu, depois localizar o paladino e convencer-lhe a lhes revelar a localização do artefato antes que este tempo acabe.

2
Um assassino doppelganger mundialmente famoso é contratado para matar os membros de uma família. Os PCs são contratados para impedi-lo.

3
Uma cidade é dominada por dois beholders inimigos mortais. Todos na cidade ressuscitam sempre que são mortos e obedecem cegamente a um dos dois. Na verdade os dois são partes de uma mesma entidade extraplanar, dividida por uma indecisão num detalhe trivial numa de suas criações artísticas (uma das metades deseja assinar um quadro no seu canto direito e a outra no esquerdo).

4
Uma companhia de mercenários, ilhada numa montanha após uma avalanche, é obrigada a comer seus mortos para sobreviver. Com isso, eles se tornam ghouls, e seu líder um ghast. Eles viajam pelos reinos vendendo sua espada por “comida”, ou seja, cadáveres. Eles também podem ser vistos saqueando cemitérios. Todos são mortos-vivos e excelentes guerreiros.

5
Uma cidade é um imenso baile de máscaras. Todos que lá adentram devem vestir máscaras , e todos lá vivem em uma gigantesca e eterna festa. Na verdade a cidade é uma entidade que se alimenta das emoções e prazeres das pessoas. Todos lá têm toda a comida, bebida e sexo que puderem desejar. Todavia, quem se deixa levar pelo encanto da cidade cedo ou tarde acaba sucumbindo aos excessos constantes e é deixado para apodrecer nos esgotos, onde todos os “indesejáveis” são estocados.

More

Preparando uma aventura na corrida!

Tudo pensado? Quest na ponta da língua? Final planejado na cabeça?

Se as resposta foram sim, ótimo, damos o primeiro passo. Se as respostas foram não? então temos que trabalhar um pouco.

O que estas duas respostas tem em comum? … é que falta meia hora pra você começar a sessão de jogo.

Já não é de hoje que algumas aventuras de alguns mestres são mestradas no mais puro improviso por falta de tempo ou até mesmo preguiça de escrevê-las. Mas como transformar essa situação em algo que não irritará os jogadores ou mesmo lhe pegará tão desprevenido a ponto de não lembrar que o guarda estava no aposento ao lado e não na sala escutando a conversa…

Aqui vai um exemplo de como faço as aventuras que não consegui planejar com antecedência (o que acontece de forma meio requente devido ao meu trabalho)

  • Primeiro pense em um tema (caso sua campanha já esteja em andamento, lembre-se de como acabou e o que tem que acontecer).
  • Quem vai ser o inimigo principal e o que ele faz de melhor.
  • Uma base dos inimigos mais constantes.
  • Um item bom que eles vão encontrar na aventura (se tiver)
  • Um acontecimento importante no meio
  • Um final.

Isso é mais que o suficiente para mestrar uma aventura. Vou dar um exemplo de uma aventura minha:

10 Imagens para sua Campanha

Sem idéias? que tal uma dica?

Quando estou sem idéias para criar uma aventura, eu simplesmente dou uma viajada pelo site http://www.deviantart.com/ atrás de uma imagem legal, que me desperta a imaginação. Então estou postando 10 imagens que achei simplesmente ótimas para ambientar uma aventura!

Cards de vilões – 3D&T

Bem, pessoal, como estou sem tempo nenhum para montar um post maneiro, como alguma aventura por exemplo, estou lançado mais 3 cards para vocês, agora de vilões (somente uma ficha base, incrementem eles em suas quests).

Ps: como eu baixei o manual da Magia Alpha, eu acho extremamente desparelho deixar 5 caminhos de magia (fogo, água, terra, ar e espírito) com o mesmo custo de magia branca ou negra, então nas minhas campanhas eu separei todos os caminhos de magia, sendo que cada um dos caminhos elementais também custam 2 pontos, ok. Genialidade também custa 2 pontos (não preciso dizer pq né)

Previous Older Entries